A Força de Mediocridade

Quem fez da modéstia uma virtude esperava que todos passassem a falar de si próprios como se fossem idiotas. O que é a modéstia senão uma humildade hipócrita, através da qual um homem pede perdão por ter as qualidades e os méritos que os outros não têm?
Schopenhauer

***

DYHSkc8WsAA-Ni1

Uma vez no terceiro período eu queria fazer um trabalho para a matéria “Estudos de Consumo”. Toda a ementa versava sobre as lógicas de consumo, sobre como a sociedade como um todo passou a desejar de diferentes maneiras, dos ciclos e gatilhos de desejos que moldam nossa vida e cultura. Eu sempre faltei essa aula, pois começava às 8h e eu nunca que vou conseguir chegar na faculdade às 8h, mas o trabalho era obrigatório e eu estava empolgado com um tema: “O Romance na Pós-Modernidade”.

Estava lendo uns livros de antropologia sobre as lógicas dos relacionamentos amorosos em diferentes momentos da humanidade e sobre como a pós-modernidade oferecia todo um novo aparato de relações, descartáveis, transitórias, desapegadas, mas também a partir das quais encontramos voz, melhorias e crescimento.

Continue Lendo “A Força de Mediocridade”

Anúncios

relatos de uma autoestima #02

Eu detesto falar com pessoas na academia. Trocar a mais rápida das palavras é como assinar um contrato de que você precisará cumprimentar a pessoa pro resto da vida, encontrando-a diariamente naquele ambiente, o que não seria tão ruim assim se não fosse o pior de tudo – as pessoas da academia são incrivelmente entediantes.

Certa vez, há 3 anos, uma professora super petista estava na academia argumentando com uma velhinha sobre política, a velhinha dizendo absurdos, que os sírios vinham pro Brasil roubar nosso emprego, empregos esses escassos por que a Dilma safada tinha roubado não sei o que lá, e a professora quase explodindo de raiva por que ela saíra da miséria graças ao Lula e ganhara sua casa graças à Dilma, enfim, esses embates que ocorrem no dia a dia, quando um cara, que eu nunca tinha sequer cumprimentado, chegou pra mim e disse: hehehe, Dilma vagabunda, tinha que ir presa!

Continue Lendo “relatos de uma autoestima #02”

Quanto vale a sua opinião?

CUSKIX0WsAAzL8s

Eu admito, não foi fácil. Eu já fui errado, já me importei. Já tentei argumentar. Já falei “eu só acho que” e defendi alguma efemeridade qualquer. Mas passou. Agora, não só gosto, como adoro essa história de que hetero-homem-branco não tem que dar opinião em nada.

Ao entrar na faculdade, no furor da juventude, somos tomados por um vigor, uma disposição incrível de argumentar e se fazer ouvir. Fomos aprisionados em regras obscuras durante toda a adolescência e experimentamos, alguns, a liberdade de pensamento pela primeira vez.

Nos perdemos em duelos retóricos, muitos rasos, por pessoas rasas ou por argumentos rasos. Alguns não. Alguns são incríveis, construtivos, edificantes. Nos dão uma euforia danada, o coração bate acelerado, as teclas são batidas desenfreadamente, enviamos mensagens sem nem reler direito (e pensamos, merda!, reler teria evitado tanta coisa…).

Continue Lendo “Quanto vale a sua opinião?”

relatos de uma autoestima #01

Ultimamente eu tenho tido aquela que, ouso dizer, é a melhor aparência que já tive na vida. Isso é triste, pois sugere que daqui pra frente só há de piorar. É claro que a minha visão sobre isso é subjetiva e tendenciosa; talvez somente meus pais, que me viram diariamente nos últimos 23 anos, soubessem afirmar isso, mas fato é que me olho no espelho e me sinto bonito.

O que penso é que, independente da minha autoestima, que está alta sim senhor, estou bonito. Todo o emaranhado cósmico que delimita os pormenores de nossas vidas se alinhou de forma tal que hoje posso frequentar a academia, praticar esportes, ter uma alimentação de qualidade e um ritmo de vida saudável.

Tudo isso, somado e em suma, juntou-se a um momento em que encontrei no Ney, meu barbeiro, um amigo, um companheiro e ajudante, diferente das moças de salão que sempre mais prejudicavam do que ajudavam, a despeito do preço que cobravam.

Continue Lendo “relatos de uma autoestima #01”

Freestyle de Ideias

12309825_903905343032647_6730607540606167579_o

MONOGAMIA MUSICAL

Esses dias comentaram comigo “eu gosto de ter vários romances, sabe? não quer dizer que eu queira namorar com nenhum deles. Às vezes, quando você ta empolgado, você até passa um tempo monogâmico, não dá vontade de ficar com mais ninguém. Mas isso passa, né, sei la, as pessoas não entendem e grudam, ai me broxa totalmente. A monogamia a longo prazo pra mim não faz o menor sentido.

Eu não só concordei com cada vírgula e entonação, como mais tarde ainda pensei, ouvindo apaixonadamente uma nova música: com a música acontece a mesma coisa.

Continue Lendo “Freestyle de Ideias”

O Centro ao Meio-Dia

95e23b159aee984018490d47c20c2075--architectural-sketches-pencil

“11h55?”, o Gui me mandou no whatsapp. “F1” respondi.

Eram 11:45. Eu estava no escritório e já começava a me preparar para dar um dois num beck antes do almoço, como fizemos algumas vezes pontuais.

Começou de forma inocente. Certa vez a gente tava afinzasso de dar um dois e não sabia aonde – o centro do Rio é cheio de coxinhas de terno, policiais e delatores. É preciso ter cuidado.

Continue Lendo “O Centro ao Meio-Dia”

5 Dicas práticas para melhorar a sua vida rapidamente

Muito se fala em saúde mental hoje em dia. Como todos os temas subjetivos, a saúde mental não é uma ciência exata, muito menos algo facilmente definível. É um campo de conhecimento que depende de uma série de fatores, como autoconhecimento, autogestão de si, momento de vida, princípios morais, etc.

Quando uma pessoa caga regra nas redes sociais, geralmente são comentários sobre o que aquela pessoa curte, o que faz bem a ela; não significa que fará também para outras pessoas. A gente até pega um certo ranço, pois geralmente são comentários superficiais feitos por adolescentes pré-púberes com uma quantidade desmedida de retweets.

Não quero repetir o erro dessa galera ao supor que, o que faz sentido para mim fará sentido para todas as pessoas do mundo. Acredito, contudo, que algumas coisas transcendem os limites do pessoal e podem ajudar qualquer ser humano a se sentir melhor em pouco tempo.

São cargas imediatas de alegria que, se mantidas, trarão alegria a longo prazo também!

Continue Lendo “5 Dicas práticas para melhorar a sua vida rapidamente”