now i think i like it like the pain became my jesus

estar solteiro te permite ter muito mais tempo para sentir as coisas, principalmente pq você tem muito mais tempo sozinho, e muito mais coisa pra sentir.

**

blocos de carnaval são bolhas. junta-se uma galera conhecida de vista, uma galera q estudou contigo 10 anos atrás, uma que trabalhou num estágio, uns que se conhece do twitter, e num universo de umas 600 pessoas a gnt conhece umas 50, e as encontra por aí como pequenos cristais prontos a te darem um abraço saudoso ou um beijo satisfatório.

***

eu tenho ficado como há muitos anos nao ficava, é meio intenso, é meio doente, eu fico exageradamente focado naquilo, é como se aquilo fosse uma estrela, que eu persigo sem olhar ao redor, levando toda a vida como uma cavalgada despretensiosa, mas profundamente focado em alcançá-la, que é inalcançável, e ainda bem – imagina, se eu alcanço uma, como ficariam as outras? Mas a estrela vai sumindo, num piscar de olhos só me resta a lembrança do brilho que foi um dia. Se parar pra pensar, ela segue o trajeto dela, independe de nós aqui, seu brilho instigante e sua beleza inalcançável, enquanto nós criamos ilusões sobre suas histórias que dizem muito mais respeito a nós mesmos; aos poucos nos damos conta de que elas já morreram, e fica cada vez mais claro que era tudo coisa da nossa cabeça.